Segunda-feira, 26.09.11

Para quem ainda está a contar com a "solidariedade europeia"

Merkel sugere perda de soberania para quem não cumprir critérios de estabilidade

 

Eu acho que a zona euro só se endireita com recurso à intervenção divina.

 

ADENDA: Antes de começarem a insultar a Sra Merkel expliquem lá qual é a vossa solução para o caso madeirense.

publicado por Miguel Noronha às 13:12 | partilhar
Segunda-feira, 23.05.11

Quem explora quem?

Um post de Daniel J Mitchell acerca da reacção de Manuel Carvalho da Silva (da CGTP) ao polémico discursode Angela Merkel: (minha tradução)

 

[O] Sr. da Silva (...) começa por acusar Merkel de colonialismo, mas nunca explica porque razão a recusa em passar mais "cheques em branco" transformam a chanceler alemã em colonialista.

 

O Sr. da Silva diz depois que Merkel falha ao não se mostrar solidária [com Portugal]. Porém, ele assume que os contribuintes alemães têm a obrigação moral de suportar fiscalmente políticos e grupos de interesse inconsequentes em Portugal e noutras nações

 

Por último, o Sr da Silva acusa Merkel de promover um sistema que permite os ricos explorarem os pobres. Esta acusação é verdadeira mas não no sentido que o Sr. da Silva pretende. Este post que utiliza um gráfico do New York Times mostra que os "bailouts" se destinam na sua maior parte a salvar os maiores bancos europeus que de forma irresponsável compraram títulos de dívida a governos irresponsáveis. Por outras palavras, os pobres contribuintes alemães estão a subsidiar os ricos (e irresponsáveis) banqueiros alemães.

 

 

publicado por Miguel Noronha às 12:49 | partilhar
Terça-feira, 17.05.11

E quando se acabarem os anéis e os dedos?

Segundo Jean Claude Juncker, mesmo com a ajuda externa e os programa de austeridade o nível de endividamento da Grécia é insustentável e terá de obter receitas extraordinárias e cortar custos privatizando grande parte do sector público . Não que a solução apontada me faça grande espécie. Aliás acho que é uma medida fundamental e não apenas por razões de solvabilidade. (e não me refiro apenas à Grécia). O problema é que julgo que a mistura de baixo crescimento económico, austeridade, elevado stock de dívida e a elevada taxa de juros da "ajuda" têm-se revelado altamente tóxico e implica a manutenção do pais num ciclo vicioso do qual será impossível sair. (a mesmíssima lógica aplica-se a Portugal). Já é mais ou menos consensual que o "bailout" falhou e que se torna imperativo reestruturar a dívida forçando os credores a assumir (com toda a justiça, diga-se) uma parte dos custos. Por enquanto os máximos responsáveis políticos ainda rejeitam essa ideia (embora já manifestem alguma abertura). Mas lá chegaremos.

publicado por Miguel Noronha às 12:37 | partilhar

Cachimbos

O Cachimbo de Magritte é um blogue de comentário político. Ocasionalmente, trata também de coisas sérias. Sabe que a realidade nem sempre é o que parece. Não tem uma ideologia e desconfia de ideologias. Prefere Burke à burqa e Aron aos arianos. Acredita que Portugal é uma teimosia viável e o 11 de Setembro uma vasta conspiração para Mário Soares aparecer na RTP. Não quer o poder, mas já está por tudo. Fuma-se devagar e, ao contrário do que diz o Estado, não provoca impotência.

pesquisa

 

posts recentes

links

últ. comentários

  • O mais engraçado em toda a história das crianças i...
  • ou podre
  • http://fernandovicenteblog.blogspot.pt/2008/07/si-...
  • O pagamento do IVA só no recibo leva a uma menor a...
  • O ranking tal como existe é um dado absoluto. Um r...
  • Só agora dei com este post, fora do tempo.O MEC af...
  • Do not RIP
  • pois
  • A ASAE não tem excessos que devem ser travados. O ...
  • Concordo. Carlos Botelho foi um exemplo de dignida...

tags

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

subscrever feeds