Quarta-feira, 27.07.11

Para resolver de vez a questão dos "boys" na CGD (2)

Armando Nunes no blog da Sedes

 

"Para aqueles que continuam a defender que a Caixa Geral de Depósitos tem um papel a cumprir no sector Público, a nomeação do novo CA é elucidativa:O papel da Caixa é oferecer tachos a amigos e correlegionários politicos, ponto final. Por mim ficava à cabeça das privatizações."

tags:
publicado por Miguel Noronha às 15:09 | partilhar
Terça-feira, 26.07.11

Para resolver de vez a questão dos "boys" na CGD

Privatize-se a Caixa Geral de Depósitos. Ou julgam que transformar aquilo num "banco de fomento" vai resolver alguma coisa?

 

Apraz-me também registar que que os socialistas tenham agora acordado para o problema da politização da CGD. Demoraram quinze anitos mas chegaram lá. Pena que também não se tenha insurgido quando há uns meses o governo do PS transformou as seguradoras da Caixa num "saco azul".

tags:
publicado por Miguel Noronha às 08:55 | partilhar
Segunda-feira, 25.07.11

Conflito de interesses

 

Nuno Garoupa a propósito da nomeação de um vice-governador do Banco de Portugal para presidente executivo da CGD

 

CGD operates in a highly regulated industry. The Bank of Portugal is the regulator. CGD is the largest bank in Portugal. The government selects the one who regulates to manage the one who is regulated. Economists call this the revolving door problem in regulation.

tags: ,
publicado por Miguel Noronha às 10:46 | partilhar
Terça-feira, 21.06.11

E você ainda acredita no Pai Natal?

 

Num artigo de opinião no Diário Económico, Pedro Carvalho lista vários dos usos indevidos a que o poder político tem submetido a Caixa Geral de Depósitos ao longo dos últimos anos (teria sido interessante quantificar o custo para os contribuintes através de aumentos de capital). Ainda assim termina esperançoso que seja possível mantê-la como banco público e  "esvaziar a Caixa de todo o tipo de instrumentalização e lóbis e transforma-la num autêntico banco de fomento e com os recursos canalizados para as empresas e sectores que mais podem contribuir para as exportações e para o crescimento económico". Santa ingenuidade. Eu recomendava-lhe a leitura da primeira parte deste artigo para ele perder a ilusão que exista alguma possibilidade de o poder político usar a CGD de forma benigna e desinteressada.

tags:
publicado por Miguel Noronha às 10:11 | partilhar
Quinta-feira, 16.06.11

Mau sinal

A par dos bons sinais aqui assinalados pelo Nuno Gouveia, verifico que nada é dito acerca da abertura aos privados do capital da CGD. Sinal que poderá ter sido sido "sacrificada" no acordo com o CDS/PP. Uma vitória para os que privilegiam o dirigismo e as interferências do poder político na economia. Mais do mesmo. Nunca mais acaba o socialismo em Portugal.

publicado por Miguel Noronha às 11:04 | partilhar
Quarta-feira, 08.06.11

Pela privatização total da CGD

Miguel Cadilhe, ex-ministro das Finanças de Cavaco Silva, defendeu, em entrevista à Rádio Renascença, a privatização total da Caixa Geral de Depósitos. Cadilhe diz que a medida se justifica, “como último recurso”, por causa da “situação tremenda”, do ponto de vista financeiro, que o país atravessa.

 

Cadilhe (que contrariamente ao que muitos pensam não será propriamente um liberal) defende a medida devido ao encaixe financeiro da operação. Eu subscrevo esta proposta pelo que esta significaria em termos da redução do intervencionismo estatal na economia frequentemente usado (como no caso do governo socialista) com fins políticos. Os estatistas do costume vão rasgar as vestes e falar no "papel estruturante da Caixa", dos perigos do "mercado selvagem" e clamar pelo "controlo político da economia" (ie querem mandar na propriedade alheia). Conhecemos perfeitamente o legado do socialismo dirigista e vamos pagar a conta durante muitos anos. Eles querem guardar os seus "brinquedos".

publicado por Miguel Noronha às 08:49 | partilhar
Terça-feira, 17.05.11

O BES e a CGD

As notícias que hoje dão conta das dificuldades de financiamento do BES e de uma eventual entrada do estado no capital ajudam a explicar a veemente oposição de Ricardo Salgado à privatização (ainda que parcial) da CGD. É reconfortante saber que, em caso de necessidade, poderá contar com o dinheiro dos contribuintes para financiar o seu banco. E por outro lado um banco público age mais por motivações políticas que económicas. Neste cenário e tendo em conta o estatuto do BES é mais provável que seja um parceiro que um concorrente directo. O que também ajuda. Pelo meio delapida-se o dinheiro dos contribuintes mas isso é um pormenor insignificante. E é tudo a bem da nação.

tags: ,
publicado por Miguel Noronha às 10:59 | partilhar
Terça-feira, 08.01.08

O desnorte de um homem do norte

Enfim, porventura posso ser eu que não estou a ver bem as coisas, mas parece-me impressionante o desnorte do PSD: ministro das Finanças, Banco de Portugal, CGD, BCP, ninguém escapa. O PSD faz o pleno e critica tudo e todos. O resultado? Quando tudo se critica, tudo é essencial e irrelevante ao mesmo tempo. O PSD perdeu por completo a noção daquilo que era verdadeiramente essencial: o BCP. Era aí, em exclusivo, por motivos vários, que deveria ter apontado os holofotes.
Sejamos claros. Não é por acaso que o Governo prescinde de Carlos Santos Ferreira à frente da CGD. Era do interesse estratégico do PS conquistar o controlo do BCP. A CGD, na ordem relativa das coisas, era secundária. Valia a pena perder a presidência da Caixa — mantendo o controlo accionista — a favor de um prémio maior: o BCP.
publicado por Joana Alarcão às 14:53 | comentar | ver comentários (9) | partilhar

Cachimbos

O Cachimbo de Magritte é um blogue de comentário político. Ocasionalmente, trata também de coisas sérias. Sabe que a realidade nem sempre é o que parece. Não tem uma ideologia e desconfia de ideologias. Prefere Burke à burqa e Aron aos arianos. Acredita que Portugal é uma teimosia viável e o 11 de Setembro uma vasta conspiração para Mário Soares aparecer na RTP. Não quer o poder, mas já está por tudo. Fuma-se devagar e, ao contrário do que diz o Estado, não provoca impotência.

pesquisa

 

posts recentes

links

Posts mais comentados

últ. comentários

  • O mais engraçado em toda a história das crianças i...
  • ou podre
  • http://fernandovicenteblog.blogspot.pt/2008/07/si-...
  • O pagamento do IVA só no recibo leva a uma menor a...
  • O ranking tal como existe é um dado absoluto. Um r...
  • Só agora dei com este post, fora do tempo.O MEC af...
  • Do not RIP
  • pois
  • A ASAE não tem excessos que devem ser travados. O ...
  • Concordo. Carlos Botelho foi um exemplo de dignida...

tags

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

subscrever feeds