Quinta-feira, 22.09.11

A "pegada fiscal" de Paulo Campos

 

"Onde Pára Paulo Campos" de Pedro Santos Guerreiro (Jornal de Negócios)

 

Paulo Campos foi um homem essencial a José Sócrates, na sua política, nas campanhas e no financiamento delas. Deixou obra feita, algumas com inaugurações estranhamente milionárias e um escandaloso Aeroporto de Beja. Sobretudo: foi o grande actor das concessões de estradas. Mas este editorial não é sobre o homem: já perdeu umas eleições e ganhará outras. Paulo Campos é apenas uma pessoa errada. Cometeu erros que deixam um custo brutal. Aliás, era só fazer as contas. Quando as fizemos, fomos desmentidos.

 

publicado por Miguel Noronha às 13:01 | partilhar
Quinta-feira, 26.05.11

Assim se fez a "obra" do governo socialista

A Estradas de Portugal e as SCUT's revelam ser um excelente exemplo da governação socialista. No seguimento do caso da renegociação dos contratos com as concessionárias ficamos hoje a saber que: "Estradas de Portugal comprometeu-se a fazer pagamentos "que carecem de fundamentação jurídica" (...) Neste contexto, não é de excluir que o Ministério Público venha a averiguar eventuais responsabilidades criminais por parte da EP e de quem se envolveu na assinatura deste tipo de contratos paralelos."

 

 ADENDA: Como seria de esperar e talvez por terem bastante prática nestes procedimentos, os "abrantes"  insinuam que se trata de uma "falsa notícia" colocada pelo PSD e remetem para um desmentido do Tribunal de Contas. Porém, este apenas desmente que exista algum relatório aprovado (algo que a notícia do Público deixa bem explícito) e que como tal não se pronuncia sobre o assunto.

publicado por Miguel Noronha às 08:48 | partilhar
Quarta-feira, 25.05.11

Foi você que falou em "conflito de interesses"?

O Luís M Jorge relata aqui a "odisseia" de Almerindo Marques da Estradas de Portugal até à Opway. Uma empresa à qual, enquanto presidente da primeira entidade, distribuiu concessões e à qual atribuiu o grande prémio da lotaria da renegociação das SCUT.

publicado por Miguel Noronha às 14:16 | partilhar

Cachimbos

O Cachimbo de Magritte é um blogue de comentário político. Ocasionalmente, trata também de coisas sérias. Sabe que a realidade nem sempre é o que parece. Não tem uma ideologia e desconfia de ideologias. Prefere Burke à burqa e Aron aos arianos. Acredita que Portugal é uma teimosia viável e o 11 de Setembro uma vasta conspiração para Mário Soares aparecer na RTP. Não quer o poder, mas já está por tudo. Fuma-se devagar e, ao contrário do que diz o Estado, não provoca impotência.

pesquisa

 

posts recentes

links

últ. comentários

  • O mais engraçado em toda a história das crianças i...
  • ou podre
  • http://fernandovicenteblog.blogspot.pt/2008/07/si-...
  • O pagamento do IVA só no recibo leva a uma menor a...
  • O ranking tal como existe é um dado absoluto. Um r...
  • Só agora dei com este post, fora do tempo.O MEC af...
  • Do not RIP
  • pois
  • A ASAE não tem excessos que devem ser travados. O ...
  • Concordo. Carlos Botelho foi um exemplo de dignida...

tags

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

subscrever feeds