Quarta-feira, 07.09.11

Retrato da indigência socialista

Samuel Paiva Pires sobre (mais) este miserável artigo do Prof Cardoso Rosas que propõe a recuperação do imposto sucessório baseado em argumentos risíveis (para não dizer falaciosos):

1) Como é que o estado pode saber se o(s) herdeiro(s) contribuíram ou não para construir aquilo que herdam?

2) Que dados tem João Cardoso Rosas que lhe permitam validar a afirmação de que "Todos sabemos que a maior parte dos herdeiros gasta mal o dinheiro dos progenitores em vez de o tornar socialmente útil"?

3) O que é gastar dinheiro de forma socialmente útil e que critérios são utilizados para operacionalizar essa concepção?

4) Que dados lhe garantem que a afirmação implícita de que o estado torna o dinheiro socialmente útil é verdadeira?

5) Quem é João Cardoso Rosas ou o estado para dizer aos outros como devem gastar o seu dinheiro (inclusive o que herdam)?

6) Como é que o estado pode ter moralmente direito a algo que não criou?

7) O que é desbaratar dinheiro e que critérios são utilizados para operacionalizar essa concepção?

8) Como é que se garante que o estado não irá desbaratar esse dinheiro?

tags:
publicado por Miguel Noronha às 10:00 | partilhar
Sexta-feira, 02.09.11

Mau jornalismo

Segundo o Jornal de Negócios o "corte de despesa [pública] tira até 420 euros a cada português". Confesso a minha surpresa. Estaria a nossa despesa pública a ser sustentada por algum filantropo (a fundo perdido, é claro) que de repente, e por qualquer razão, decidiu armar-se em sovina? Infelizmente tudo não passa de (mais) um exemplo de mau jornalismo económico.

 

Na verdade, a despesa pública é financiada por impostos ou dívida pública. Sendo que a última terá, mais cedo ou mais tarde, que ser financiada também por impostos (a que ainda acrescem os juros que como se sabe andam pela hora da morte).  A distribuição será certamente igual pela contribuintes portugueses mas o título correcto seria "corte de despesa poupa até 420 euros a cada português". Em termos médios, é claro.

 

publicado por Miguel Noronha às 12:13 | partilhar
Quinta-feira, 11.08.11

Novilingua

 

 

 

Sinal dos tempos. Segundo o léxico dos falidos estados sociais, "parasita" é quem foge aos impostos. Não quem vive à custa deles.

publicado por Miguel Noronha às 10:35 | partilhar
Terça-feira, 22.01.08

Colecção «Oops...»


«Se o Governo quiser ser sério e honesto não tem nenhuma margem para baixar impostos», declarou Manuela Ferreira Leite, nas jornadas parlamentares do PSD (15.1.2008).
Oops...
O que é válido para o Governo é também para o PSD? Se o PSD quiser ser sério e honesto não tem nenhuma margem para apresentar uma proposta para baixar os impostos?
publicado por Joana Alarcão às 15:27 | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Cachimbos

O Cachimbo de Magritte é um blogue de comentário político. Ocasionalmente, trata também de coisas sérias. Sabe que a realidade nem sempre é o que parece. Não tem uma ideologia e desconfia de ideologias. Prefere Burke à burqa e Aron aos arianos. Acredita que Portugal é uma teimosia viável e o 11 de Setembro uma vasta conspiração para Mário Soares aparecer na RTP. Não quer o poder, mas já está por tudo. Fuma-se devagar e, ao contrário do que diz o Estado, não provoca impotência.

pesquisa

 

posts recentes

links

Posts mais comentados

últ. comentários

  • O mais engraçado em toda a história das crianças i...
  • ou podre
  • http://fernandovicenteblog.blogspot.pt/2008/07/si-...
  • O pagamento do IVA só no recibo leva a uma menor a...
  • O ranking tal como existe é um dado absoluto. Um r...
  • Só agora dei com este post, fora do tempo.O MEC af...
  • Do not RIP
  • pois
  • A ASAE não tem excessos que devem ser travados. O ...
  • Concordo. Carlos Botelho foi um exemplo de dignida...

tags

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

subscrever feeds