Respeitinho, se faz favor...


«Nesta altura, não há lugar para brincadeiras e tem havido demasiada brincadeira por parte de pessoas que, no meu entender, não representam ninguém», frisou Luís Filipe Menezes (Lusa via RTP online, 13.1.2008).
Se não fosse o problema da legitimidade e consequente autoridade para exigir disciplina, Menezes até poderia ser levado a sério...
.
Entretanto os eventuais entendimentos com o CDS-PS foram alvo de um downgrade...
publicado por Joana Alarcão às 21:33 | comentar | partilhar