Do Outro Lado do Mundo (II): Dominos e a Nova Internacional

Em tempos, a teoria do domino' foi invocada para administrar o receio do dominio vermelho no Sueste Asiatico. A teoria, felizmente, nunca foi confirmada. Mas, agora, goza de uma redobrada reputacao. A Internacional, porem, ja' nao e' a mesma.
De acordo com o Bangkok Post, na Malasia, o governo do Estado de Terengganu anunciou a intencao de recrutar "espioes" entre a populacao que ajudem a denunciar os encontros potencialmente adulteros. Nos restaurantes, o alegado adultero podera' pedir a conta 'a mesma pessoa que descrevera' o seu jantar romantico ao Comite' Islamico e para o Bem-Estar.
Na Tailandia cresce o medo da internacionalizacao do movimento separatista islamico na fronteira sul com a Malasia. A revolta persiste apesar da repressao, e o caudal de cadaveres engrossa com o passar do tempo num pais tradicionalmente pacifico segundo padroes regionais. A promessa do ex-Primeiro Ministro Thaksin - entretanto deposto por um golpe militar -, que ameacava manter a Tailandia unida, nem que para isso tivesse de "cobrir a terra com sangue", ainda paira no ar.
Mais a sul, a comunidade muculmana da Australia alimenta a polemica sobre o hastear da bandeira da nacao nas mesquitas. Aparentemente, o problema foi avivado depois de um tal Sheik Hilali ter descrito os "Ocidentais" como um reles bando de trapaceiros e opressores. Para delirio de muitos dos seus fieis, o clerigo avancou a tese irreprovavel de que a Australia pertence aos muculmanos, e nao aos brancos inimigos da verdadeira religiao.
Por ultimo, varios peritos asiaticos repetem insistentemente o palpite de que o Bangladesh sera', a curto prazo, o futuro crescente fertil da Al-Qaeda e seus aliados.
E' ja' ali, no outro lado do mundo.
publicado por Miguel Morgado às 15:03 | comentar | partilhar