Gostava


Dizem que tem futuro. Acredito. Dizem que não está na corrida. Dito por ele, acredito. Mas está à espera de quê? Se dependesse de mim, empurrava-o. Para a corrida. E, no que pudesse, ajudava-o a ganhar.

Bom ano para todos.
publicado por Jorge Costa às 11:12 | comentar | partilhar