Governo descobriu mais 39 000 privilegiados


O nosso aplicado ministro das Finanças afirmou no parlamento, certamente com a satisfação orgulhosa do dever cumprido, que as alterações fiscais previstas no Orçamento de Estado para 2007 "afectam [i. e. prejudicam] apenas [sic] 39 000 pessoas com deficiências".
O Governo, como um perdigueiro justiçoso, acaba sempre por descobrir, a bem da Nação, súcias de privilegiados, onde nós, criaturas medianas, nunca suspeitaríamos. Estes 39 000 malandros, para além do desplante de serem deficientes, ainda têm o atrevimento de gozarem de rendimentos entre os 900 e os 1000 Euros!...
Felizmente que o Governo vela e não deixa os privilegiados em paz.
publicado por Carlos Botelho às 03:57 | comentar | partilhar