"Compromisso histórico"

"Não uma República doutrinária, estupidamente jacobina, mas uma República larga, franca, nacional, onde caibam todos"
Esta frase de Guerra Junqueiro foi recordada ontem por Manuel Alegre e por Cavaco Silva. José Sócrates, mesmo sem citações, discursou na mesma linha.
Trocado por miúdos as comemorações dos 100 anos da Républica estão a servir de pano de fundo para que a Presidência da Républica e o Governo incitem um compromisso entre os partidos no sentido de assegurar a governabilidade, num esforço conjunto e sério para enfrentar o endividamento do Estado.
Concordo que a gravidade do estado das finanças justificam entendimentos extraordinários, e os partidos devem colocar o interesse nacional à frente dos interesses partidários, mesmo que esse esforço implique que viabilizem medidas para além dos seus programas.
O que não deve suceder é que, paralelamente a estes apelos, o PS continue a insistir numa agenda fracturante, "estupidamente jacobina", que divide a sociedade.
publicado por Pedro Pestana Bastos às 23:59 | comentar | partilhar