União

O sonho «federalista»: transformar Portugal no sítio onde vivem os europeus (?) de etnia portuguesa. Com os seus costumes, toleráveis até um certo ponto, a sua língua exótica, a sua culinária, o seu folclore (entediante, mas curioso), a sua cultura em geral (a cultura é um assunto muito interessante), e as suas elites sobrantes, minúsculas, mas espantosamente poliglotas, cosmopolitas e viajadas.
publicado por Jorge Costa às 21:48 | comentar | partilhar