Crónicas do Planeta Oval (13)


Depois do susto (20-20 com as Fiji a um quarto de hora do fim), a África do Sul ganhou jogando como melhor sabe: chutando para fora e confiando nos avançados. Deu resultado - mais dois ensaios. Os springboks têm um pack muito sólido, como se viu na vitória de 36-0 sobre a Inglaterra. A sua terceira linha (Russow, Burger, Smith) é a melhor do torneio. Mas também têm falhas: falta-lhes um chutador de topo - e todos vimos, no caso australiano, como isso pode ser fatal - e mostraram enorme dificuldade em lidar com um adversário versátil e criativo.
Ora, a Argentina e França têm justamente essas características...
tags:
publicado por Pedro Picoito às 13:26 | partilhar