O Longo Bocejo.

Num debate na TVI 24, que passava há uns minutos nas televisões de assinantes da ZON, vislumbrei o camarada Miguel Morgado, com semblante preocupado, a anunciar uma quase inevitável queda do regime político em que vivemos desde, mais ou menos, 1976. Por mim só posso dizer que ainda é cedo para pré-anunciar o fim do regime. Seja como for, e caso o Miguel tenha razão, devo confessar que nunca pensei que viver, como cidadão anónimo, a desagregação de um regime político pudesse ser uma experiência tão entediante. Aliás, é esta realidade cada vez mais entediante que me faz ter cada vez menos vontade de escrever sobre política. Por isso, e em resumo, posso anunciar que a queda anunciada do regime não passa, para já, de um longo bocejo.
publicado por Fernando Martins às 22:54 | partilhar