Os matizes de Luís Filipe Menezes


Assinalo três passagens da entrevista ao Expresso do novo líder do PSD:

Menezes mantém-se contra os “pactos”, mas defende os "acordos parlamentares alargados": «Eu não tenho simpatia por pactos nas matérias de governabilidade que podem ser decididas por maioria simples no Parlamento. Dai que eu fosse contra o pacto da Justiça. Agora, acordos parlamentares alargados é outra coisa

Menezes considera que ir para a porta das fábricas seria populismo, mas não deixa de afirmar: «Não quer dizer que amanhã não apareça à porta de uma fábrica ou de uma manif mas o que eu quis dizer, em linguagem figurada, foi que havendo um problema ou algo de errado, o PSD está a denunciar

Quanto aos porta-vozes, Menezes afirma que «Para ter porta-vozes é preciso que o sejam de alguma coisa. Neste momento estou mais preocupado em retomar a produção programática

Segundo a Teoria das Cores, o matiz é a característica que define e distingue uma cor. Vermelho, verde ou azul, por exemplo, são matizes. Para se mudar o matiz de uma cor, acrescenta-se outro matiz, aumentando a variedade de um retrato ou de uma personagem.
publicado por Paulo Marcelo às 12:18 | comentar | partilhar