Diário místico de Etty Hillesum

«Foi novamente como se a Vida, com todos os seus segredos, estivesse próxima de mim, como se eu a pudesse tocar… E ali sentia-me imensamente segura e protegida. E pensei: «Como isto é estranho. É guerra. Há campos de concentração. Pequenas crueldades amontoam-se por cima de pequenas crueldades. Quando caminho pelas ruas, sei que, em muitas das casas por onde passo, há ali um filho preso, e ali um pai refém, e ali têm de suportar a condenação à morte de um rapaz de dezoito anos.» (...) E num momento inesperado, abandonada a mim própria—encontro-me de repente encostada ao peito nu da Vida e os braços dela são muito macios e envolvem-me, e nem sequer consigo descrever o bater do seu coração: tão fiel como se nunca mais findasse…»

Hoje, 28 de Abril, às 18.30h, será o lançamento em Portugal do Diário de Esther (Etty) Hillesum, na Livraria Assírio & Alvim. O livro será apresentado pelo nosso amigo José Tolentino Mendonça. Reúne os oito cadernos escritos por Etty, a partir de 1941, em Auschwitz, onde esta judia convertida ao cristianismo viria a morrer em 1943.
publicado por Paulo Marcelo às 11:53 | partilhar