Cavaco Silva e as Acções da SLN - II

O presidente Cavaco Silva deve explicar-se muito bem por um conjunto de razões bem prosaicas. Porque é o seu dever como presidente da República. Porque deve afastar quaisquer suspeitas ou dúvidas, que os seus concidadãos possam legitimamente ter, no que respeita à natureza do negócio em causa. Porque é sua obrigação tudo fazer para travar, ou até inverter, o crescente desprestígio das instituições políticas. Porque deve evitar um aproveitamento ilegítimo da notícia (o que já aconteceu) por parte do Partido Socialista. Porque deve separar as águas, mostrando claramente que não é José Sócrates (apesar de todos os sabermos).
Digo isto sublinhando que não acredito em "cabalas" embora elas, indiscutivelmente, existam.
publicado por Fernando Martins às 23:16 | comentar | partilhar