Patriotismo


Leiam a faixa. Isto, sim, é patriotismo efectivo. Diga o que disser o cinismo auto-complacente e míope (aliado objectivo de Sócrates) que ainda vai orneando por aí, aquela faixa é, de facto, a expressão de uma inquietação cívica que não devia deixar ninguém dormir tranquilo. Esqueçam a gritaria insultuosa de Sócrates e da sua gente, esqueçam o dedinho ridículo do Chefe espetado a acusar "instrumentalizações" e a denunciar "privilégios" - ele pretende apenas distrair-nos do que realmente importa. Sócrates não nos deixa ler aquela faixa - esbraceja, grita e bate o pé, porque, no fundo, sabe que aquela inscrição está certa e é a revelação do imenso logro da sua "revolução da educação".
Aquela faixa é escrita no limiar da Escola, à beira de uma outra coisa que este governo tem precipitado nos últimos quatro anos.
Aquela faixa avisa-nos: 'Aqui acaba a Escola e começa uma outra coisa qualquer.'


[Foto de Leonor Areal - tirada daqui.]
publicado por Carlos Botelho às 12:00 | comentar | partilhar