Os maquiavéis da cevada

Por que razão a campanha do "orgulho hetero" é tão ridícula?
Porque não há nenhum motivo de orgulho em ser hetero ou em ser gay. Também não há nenhum motivo de orgulho em gostar mais do Inverno ou do Verão.
Todos conhecemos donjuans de bairro que narram as suas conquistas como a fundação de um império. Mas que esta autoglorificação hormonal sirva de mote a uma campanha, ganha alturas de ópera bufa.
O mesmo se diga da simétrica reacção de repúdio por parte do movimento gay.
Estão a colher o que semearam.
O ridículo "orgulho hetero" apenas parodia o ridículo "orgulho gay. "
publicado por Pedro Picoito às 23:35 | partilhar