Drogas no Rato

O PS reuniu e concluiu:
1) O PS, que apoiou Alegre e não houve sujeira a que não tivesse recorrido para - sim, o PS mesmo - impedir a reeleição de Cavaco, não foi derrotado com a vitória de Cavaco; limitou-se a «não cumprir os seus objectivos»; de resto, presidenciais não são extrapoláveis para legislativas; mas,
2) O voto em Cavaco foi um voto na continuidade do Governo.

Psicadélico.
publicado por Jorge Costa às 19:29 | comentar | partilhar