Para variar o tema



Sobre um livro de que já aqui falei. Para os que queiram alguma informação mais sistematizada, aqui. Para os que, não tendo a mais pequena pachorra para se informarem capazmente, mas não prescindem de dar palpites sobre tudo e mais alguma coisa, aqui fica um súmula do que podem encontrar lá dentro:
- entre 1990 e 2008, a taxa de crescimento médio anual em Israel foi de 4,8%, quase dupla da média da OCDE (2,5%);
- Israel tem um persistente excedente da balança de transacções correntes (excedente externo, ao contrário de défice externo), desde 2003;
- de 2003 para cá reduziu o nível de dívida pública em 23 pontos percentuais do PIB;
- a despesa pública baixou, no mesmo período, de 52% do PIB para 44%;
- é a economia com maior número de cientistas per capita e o país com maior nível de investimento em Investigação & Desenvolvimento do mundo: 4,7% do PIB;
- a seguir aos EUA, é o país com maior número de empresas cotadas no NASDAQ;
- é a segunda maior concentração de empresas high-tech do mundo, a seguir a Silicon Valley;
- quatro israelitas, nos últimos cinco anos, ganharam prémios Nobel nos campos da Economia e Química.
publicado por Jorge Costa às 20:14 | partilhar