Sábado, 02.12.06

Direito ao contraditório

Segundo o Público, Salman Rushdie disse ontem, durante um colóquio em Santa Maria da Feira, que "Deus foi o maior erro da humanidade".
Bastante ocupado entre a preparação do Natal e a reeducação de um tal de Nietzsche, Deus respondeu que pensa exactamente o contrário.
publicado por Pedro Picoito às 15:55 | comentar | ver comentários (10) | partilhar

Não me obriguem a ir para a rua gritar

Os portugueses chumbaram no primeiro exame, mas já foram informados da data do exame de repetição. Os socialistas, que conhecem a lei da história, sabem-na progressista e não duvidam. Os portugueses, que são uns socialistas medíocres e divididos na fé, responderam erradamente e chumbaram. O regime, magnânimo, dá-lhes uma segunda oportunidade.

O primeiro ministro garantia há dias em tom enérgico perante as câmaras televisivas que “a lei dá a liberdade”. Não protege, . Nos regimes socialistas a lei estabelece o que é permitido, não o que é proibido. Se desta vez não houver erros, a lei “dará” a liberdade para abortar à descrição.

Pagaremos todos pela liberdade de aborto a pedido: não há abortos à borla. Sucede que eu não quero pagar os abortos do socialismo. Nem a ricos, nem a pobres; nem por ingenuidade, nem por má sorte. Mas a lei que dá a liberdade de abortar não me dá a liberdade de dizer “não obrigado, não estou interessado em pagar”. As leis do socialismo “dão” liberdades aos que percebem e aceitam o sentido revelado do “progresso” e retiram-nas aos cépticos e recalcitrantes. Merecidamente (no socialismo, o justo e o legal não se distinguem).

Mas eu não quero mesmo pagar. Por isso estou a pensar usar a táctica fundamental do socialismo: ir para a rua gritar. Vou pintar as palavras-chave na pele da minha carteira, cada vez mais despida pelas liberdades do socialismo: “AQUI MANDO EU!” E vou exibi-la à câmara de televisão mais a jeito.

Se formos muitos, resulta. É assim no socialismo.
publicado por Joana Alarcão às 10:09 | comentar | ver comentários (17) | partilhar

Post dedicado a certas e determinadas pessoas

É oficial: o Natal chegou a Alvalade...
publicado por Pedro Picoito às 00:20 | comentar | ver comentários (6) | partilhar
Sexta-feira, 01.12.06

Epidemias


Está na moda a falta de visão global e integrada para os problemas. Curam-se dores de cabeça com medicamentos que levam a úlceras no estômago, acorre-se a cirroses provocando problemas cardíacos. De cada vez resolvemos um problema, ignorando o que se segue. Logo se verá.
Na Luta contra a Sida promoveu-se a divulgação indescriminada de anti-conceptivos. A revolução saiu à rua e a libertação chegou às escolas: «previna-se, use camisinha». Perdemos preconceitos e divertimo-nos. Nem um tostão para a sexualidade responsável.
Depois vimos aumentar o número de grávidas adolescentes. E não tivémos ajudas para lhes dar. Queremos agora que tenham condições para «poder escolher» abortar. Não interessa falar nas consequências do aborto. Só temos que resolver este problema. Um de cada vez, nem que pelo caminho fique alguém.
A epidemia da irresponsabilidade vai alastrando e encontrando novas vítimas.
publicado por Filipe Anacoreta Correia às 23:35 | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Cachimbos

O Cachimbo de Magritte é um blogue de comentário político. Ocasionalmente, trata também de coisas sérias. Sabe que a realidade nem sempre é o que parece. Não tem uma ideologia e desconfia de ideologias. Prefere Burke à burqa e Aron aos arianos. Acredita que Portugal é uma teimosia viável e o 11 de Setembro uma vasta conspiração para Mário Soares aparecer na RTP. Não quer o poder, mas já está por tudo. Fuma-se devagar e, ao contrário do que diz o Estado, não provoca impotência.

pesquisa

 

posts recentes

links

Posts mais comentados

últ. comentários

  • ou podre
  • http://fernandovicenteblog.blogspot.pt/2008/07/si-...
  • O pagamento do IVA só no recibo leva a uma menor a...
  • O ranking tal como existe é um dado absoluto. Um r...
  • Só agora dei com este post, fora do tempo.O MEC af...
  • Do not RIP
  • pois
  • A ASAE não tem excessos que devem ser travados. O ...
  • Concordo. Carlos Botelho foi um exemplo de dignida...
  • ou morriam um milhão deles

tags

arquivos

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

subscrever feeds