As massas "homófilas"

Ficamos a saber por aqui que 2 500 000 Portugueses, tomados certamente de furor "igualitário", acorreram em massa às urnas a 27 de Setembro para possibilitarem o "casamento homossexual". Toda a gente sabe que o cidadão eleitor, no momento em que traça a cruzinha no quadradinho, tem diante dos olhos, captada de um só golpe e homogeneamente aceite, toda a série de propostas do Partido escolhido. É uma posição quase tão curiosa como seria a de defender que os 1 600 000 eleitores do PSD o foram precisamente para evitar aquele arranco civilizacional. Como se as coisas fossem assim tão simples. (Provavelmente, para alguns, até o são.)
publicado por Carlos Botelho às 13:43 | comentar | partilhar