Uma evidência...

...invisível para o primeiro-ministro, para a ministra da Educação e para outros:

publicado por Carlos Botelho às 02:10 | partilhar