Qual é a razão para tanto pânico?

Não percebo a agitação que por aí vai tendo como pano de fundo um eventual atentado terrorista em Portugal. Alguém acha que um país em que os serviços de informações não podem legalmente fazer escutas está em perigo?
Toda a gente sabe que por cá não haverá seguramente atentados terroristas antes de 2009, altura em que faremos a próxima revisão ordinária da Constituição. Até lá, por decisão própria, somos uma espécie de santuário. Os terroristas não nos fariam a desfeita de perpetrar atentados sem ter em conta as nossas conveniências de calendário.
publicado por Joana Alarcão às 01:32 | partilhar