Da série "Posta Restante"

"Nunca se falou tanto, nomeadamente nos meios de comunicação social, sobre o fenómeno religioso, mas nunca como hoje ele foi tão ignorado, tão pervertido e instrumentalizado. Ouvimos obsessivamente as palavras fundamentalismo, extremismo reliogioso, guerra santa, fanatismo, conflito religioso. O discurso público está saturado de informação dita religiosa, mas sabemos cada vez menos, não apenas o significado dessas palavras, mas também, de uma forma geral, de que se fala quando se fala de religião."
Esther Mucznick, "A religião nos manuais escolares: uma visão laicista", in Atlântico, Junho de 2007
publicado por Pedro Picoito às 18:13 | partilhar