O mundo (visto) do avesso

Os líderes israelitas têm de representar o povo de Israel, que não confia nos árabes. Não os podemos censurar, pois há muito que estão sob ameaça.

Se se levar em conta que a percepção na região é a de que o Hezbollah expulsou Israel do Líbano e de que o Hamas os escorraçou de um pedacito de terra chamado Gaza, é de facto surpreendente que os israelitas ainda queiram paz.

O que é isto? Declarações de um troglodita belicista fanaticamente pró-israelita? Calma: são apenas observações feitas pelo Emir do Qatar, Sheik Hamad bin Khalifa Al-Thani, em conversa com o senador John Kerry em 23 de Fevereiro passado.
publicado por Jorge Costa às 19:11 | comentar | partilhar