Sim, mas...

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schaeuble, afirmou hoje que os detentores de dívida pública dos países da periferia devem partilhar os custos da crise. "Temos de garantir que o sector privado participa na resolução da crise da dívida soberana", disse numa conferência em Bruxelas.

 

Não podia estar mais de acordo com Herr Schaeuble mas julgo que ainda ontem a sua chefe de governo tinha rejeitado esta hipótese. Gostava ainda de destacar outra parte das declarações que deitam por terra a tese socrática"a-crise-é-culpa-dos-outros-meninos

 

O ministro alemão considerou também que os problemas da dívida não são da Zona Euro como um todo, (...) mas sim de países "específicos", que perderam acesso aos mercados. "Não é uma crise da moeda única", defendeu.

publicado por Miguel Noronha às 11:25 | partilhar