Quem explora quem?

Um post de Daniel J Mitchell acerca da reacção de Manuel Carvalho da Silva (da CGTP) ao polémico discursode Angela Merkel: (minha tradução)

 

[O] Sr. da Silva (...) começa por acusar Merkel de colonialismo, mas nunca explica porque razão a recusa em passar mais "cheques em branco" transformam a chanceler alemã em colonialista.

 

O Sr. da Silva diz depois que Merkel falha ao não se mostrar solidária [com Portugal]. Porém, ele assume que os contribuintes alemães têm a obrigação moral de suportar fiscalmente políticos e grupos de interesse inconsequentes em Portugal e noutras nações

 

Por último, o Sr da Silva acusa Merkel de promover um sistema que permite os ricos explorarem os pobres. Esta acusação é verdadeira mas não no sentido que o Sr. da Silva pretende. Este post que utiliza um gráfico do New York Times mostra que os "bailouts" se destinam na sua maior parte a salvar os maiores bancos europeus que de forma irresponsável compraram títulos de dívida a governos irresponsáveis. Por outras palavras, os pobres contribuintes alemães estão a subsidiar os ricos (e irresponsáveis) banqueiros alemães.

 

 

publicado por Miguel Noronha às 12:49 | partilhar