Preguiça?

Perante um partido socialista que se assume como o paladino da defesa do Serviço Nacional de Saúde, e  um engº Sócrates que bate no peito três vezes a cada referência ao mesmo, gostaria de aqui deixar uma dúvida: Como é que como os socialistas pretendem obter as poupanças de 550 milhões de euros no SNS acordadas? De facto,  após a leitura do ponto 7 do programa socrático “Defender Portugal”,  e mesmo considerando as extraordinárias declarações de Ana Jorge sobre o consumismo dos portugueses nas consultas,  nada no programa indicia poupança e sustentabilidade do sistema a não ser a mui vaga expressão de  "reorganização" do SNS e uma compacta proposta sobre os medicamentos, que segue à letra  os sub-títulos do memorando sobre a matéria.

Claro que agora que sabemos que (pelo menos para alguns) o programa do PS é o memorando parte do mistério do financiamento ficou esclarecido (pontos 3.50 a 3.50 do memorando) mas ainda assim ficou por apresentar a escrutínio dos portugueses o plano estratégico para o sector da saúde consistente com o enquadramento orçamental de médio prazo. Preguiça?

publicado por Eugénia Gamboa às 15:54 | partilhar