O Deserto Universitário


Li algures que no ano passado um milionário suíço, Hansjörg Wyss, doou 125 milhões de dólares à Universidade de Harvard. Sim, de Harvard nos Estados Unidos. Não doou a uma Universidade europeia. Damos voltas e voltas, avançamos explicações e explicações, concebemos "políticas" e mais "políticas". Mas não se consegue escapar ao facto de que o mundo universitário europeu está a morrer. O que foi em tempos a glória da Humanidade é agora um ramalhete de escolas cinzentas, decrépitas e sem futuro. O que é que a Europa obteve em troca do sistema universitário que montou a partir dos anos 60? Alguns dirão: democratizou o acesso. Talvez. Mas nos Estados Unidos isso também foi conseguido sem sacrificar tudo o resto. E nós sacrificámos tudo o resto. Bela troca.
publicado por Miguel Morgado às 21:22 | comentar | partilhar