Os factos são tramados

Não são opiniões ou divergências ideológicas. Não são fixações doentias. Não são estados de espírito. Não. São factos. Factos objectivos que revelam o desastre governativo do consulado Sócrates.  

 

O Henrique Raposo tem toda a razão neste artigo. Não é preciso fazer grande esforço para chegar à conclusão que o governo de Sócrates foi um desastre absoluto para Portugal. Não vale a pena acenarem com os ódios (a nova campanha socrática em curso) ou com a teoria da vitimização (provavelmente a que vão utilizar amanhã e sexta). Quem parou um minuto para pensar no que aconteceu a Portugal já percebeu que este Partido Socialista merece ser corrido do poder por muitos e longos anos.  

publicado por Nuno Gouveia às 14:09 | comentar | partilhar