Não sei porquê,mas ...

isto: "O PS nunca se engana nas prioridades, nunca deixa de defender o interesse nacional mesmo quando [as medidas necessárias] põem em causa o interesse partidário" ou a carreira política do líder. " José Sócrates

 

fez recordar isto:

 

“O homem-massa sente-se perfeito. Um homem de selecção, para sentir-se perfeito, necessita ser especialmente vaidoso, e a crença na sua perfeição não está consubstancialmente unida a ele, não é ingénua, mas chega-lhe de sua vaidade e ainda para ele mesmo tem um carácter fictício, imaginário e problemático. Por isso o vaidoso necessita dos demais, busca neles a confirmação da ideia que quer ter de si mesmo. (…) não se lhe ocorre duvidar de sua própria plenitude. Sua confiança em si é (…), paradisíaca. O hermetismo nato de sua alma lhe impede o que seria condição prévia para descobrir sua insuficiência: comparar-se com outros seres. Comparar-se seria sair um pouco de si mesmo e trasladar-se ao próximo.”

Ortega y Gasset

publicado por Eugénia Gamboa às 15:38 | partilhar