Elise

 

Nunca a conheci pessoalmente mas falávamos e riamos quase todos os dias. Excepto nos períodos em que misteriosamente desaparecia.  Mais tarde fiquei a saber a terrível razão das ausências. A Elizabete faria hoje 34 anos. Tive a sorte de a conhecer por breves instantes.

 

tags:
publicado por Miguel Noronha às 00:01 | partilhar