Maria José Nogueira Pinto: "Nada me faltará"

"Graças a Deus nunca tive medo. Nem das fugas, nem dos exílios, nem da perseguição, nem da incerteza. Nem da vida, nem na morte. Suportei as rodas baixas da fortuna, partilhei a humilhação da diáspora dos portugueses de África, conheci o exílio no Brasil e em Espanha. Aprendi a levar a pátria na sola dos sapatos. Como no salmo, o Senhor foi sempre o meu pastor e por isso nada me faltou - mesmo quando faltava tudo."

 

Assim termina a última crónica de Maria José Nogueira Pinto. Um exemplo de vida que importa não esquecer.

publicado por Joana Alarcão às 14:56 | comentar | partilhar