Tipicamente socialista

 

A gestão financeira da trágica campanha presidêncial de Manuel Alegre parcece ter seguido à risca o modelo socialista. Ele não gastou muito. A receita é que ficou abaixo do esperado. Felizmente não pode lançar impostos para cobrir o elevado défice. De referir também o abandono que foi votado pelos partidos que o apoiaram. Mas essas, tais como as outras, são contas que não me dizem respeito. Eles que se entendam.

publicado por Miguel Noronha às 08:02 | partilhar