Para não se desabituarem

-Temos (finalmente!) prometida para hoje à tarde a revelação dos "cortes históricos" na despesa pública. Mas antes disso tomem lá mais uma subida de impostos. Espero que, ao menos, isto agrade ao pessoal do PS.

 

 

ADENDA: António José Seguro chamava-lhe "contributo solidário". Pedro Passos Coelho diz que é "solidariedade especial". Eu chamo-lhe "extorsão fiscal". 

ADENDA2: "Portugal plans biggest cuts in 50 years" escreviam no Financial Times. Em vez disso tivemos apenas o anúcio do aumento dos impostos que ainda não tinham aumentado. Onde é que está o "histórico" corte da despesa pública?

publicado por Miguel Noronha às 11:36 | partilhar