E a despesa?

 

 

O quadro supra (p 35 do Documento de Estratégia Orçamental 2011-2015) demonstra em termos simples a origem do desvio do défice do OE 2011 (no valor de 1.5% do PIB) e as medidas que serão implementadas para o corrigir. Se não me falha a interpretação, estas se resumem-se ao imposto extraordinário, a rescalonamentos no IVA e a outras receitas extraordinárias. Julgo que tinha ficado prometido que o ajustamento pelo lado da receita representaria apenas 1/3 do total. Estou a ver que sim.

tags:
publicado por Miguel Noronha às 16:44 | partilhar