Vamos lá ver o que isto vai dar

Começo por dizer que à partida nada tenho contra os paraísos fiscais. Principalmente pela limitação que colocam à tirania fiscal dos outros estados. E é precisamento por isso que acho irónico que o ex-líder de um partido que tanto tem feito para demonizar os offshores e cuja  ideia de "consolidação orçamental" passou únicamente pelo aumento da carga fiscal esteja ligado a esta investigação.

 

publicado por Miguel Noronha às 10:01 | partilhar