Federalismo europeu

Com intuito de garantir a estabilidade da união económica e monetária e evitar novas crises de endividamento na zona euro o governo holandês apresentou um pacote de propostas. Estas incluem a progressiva perda da autonomia orçamental a ser aplicada aos países que infrinjam as regras do pacto de estabilidade. No limite o um estado-membro pode ficar a ser gerido por um comissário e perder o direito de voto e obrigado a reembolsar os fundos comunitários.

 

Embora reconheça a necessidade de gerir as finanças nacionais de forma saudável não me agrada a ideia de perdermos a soberania e passarmos a ser geridos por eurocratas. Mas presumo que os advogam que o "aprofundamento" da integração europeia acolham esta proposta de braços abertos.

publicado por Miguel Noronha às 09:19 | partilhar