Um partido de confiança

O PS anuncia que não irá cumprir as medidas acordadas com a "troika" respeitantes ao mercado laboral. Estes eram os tais que diziam que cumprindo escrupulosamente as medidas do PEC IV iriamos ficar a salvo da ira dos mercados. E até juravamque entre o o PEC IV e o MoU nem existiam grandes diferenças.

 

tags:
publicado por Miguel Noronha às 15:15 | partilhar