Quem fala para quem

Foi Carlos Moedas o escolhido para, hoje, responder a ouvintes do Forum tsf sobre os cem dias de governo. Fantástico. Continuem assim que vão longe.

Não vale a pena e é mesmo contraproducente falar para um auditório em abstracto. Um auditório completamente "racional" que aderisse tecnicamente a uma argumentação técnica. Um auditório que, pura e simplesmente, não está lá. Ou um auditório imaginário composto por milhares de Carlos Moedas ou de Miguéis Noronhas ou de Álvaros. Ou mesmo de Carlos Botelhos. Para esses não vale a pena falar - são poucos ou já estão convencidos ou já decidiram que não.

O "eleitorado" não se manterá sempre tolerante como até aqui. Há-de acordar. Não se pede que enganem as pessoas como fazia a socratagem. Pede-se que sejam inteligentes.

publicado por Carlos Botelho às 14:38 | partilhar