O miserável estado da UE

Começo por referir que não sou um admirador incondicional do eurodeputado inglês Nigel Farage. Admiro a perseverança e frontalidade no combate aos euro-entusiastas para quem a mínima discordância é merecedora de um auto-de-fé. Mas em muitos casos Farage (e o UKIP) apenas pretende substituir o socialismo proteccionista europeu pelo socialismo proteccionista britânico como se pode confirmar no Q&A final.  Ainda assim, tenho pena que não existam equivalentes a nível nacional. (já seria demais pedir um Daniel Hannan). Podem ver no vídeo infra a brilhante réplica de Farage ao discurso do "estado da união" de Durão Barroso que dificilmente voltará a ter o meu voto. 

 

 

 

" what you want to do is to say, right, we have a European Union and what we're going to have to do now is to have more of it. So as an architect - and you're one of the key architects of the current failure - what we're going to do, even though everything to date has been wrong - we're going to do more of the same.

Now I thought that was a definition of madness. I can't believe that is a rational response to any situation in which you find yourself. And far from it being a 'State of the Union' I would argue that the Union is in a state."

 

publicado por Miguel Noronha às 08:57 | partilhar