Agora não faz parte

 

Antigamente, este género de coisas era feito por indivíduos da Força Automóvel de Choque (da Legião Portuguesa). Fazia parte. Resta saber se as forças de segurança de um regime e de um governo de natureza diferente se devem entregar a essas misérias operativas.

publicado por Carlos Botelho às 23:28 | comentar | partilhar