Eleições na Rússia (III)

 

As ideias-chave do programa de Putin para a Defesa e Segurança Nacional foram anunciadas num artigo publicado na semana passada no jornal “Rossiiskaya Gazeta”. Alguns pontos a reter:

  • 23 triliões de rublos (770 biliões de USD) para inovação e modernização da indústria militar e de defesa nos próximos 10 anos.
  • Equipar todos os Ramos das Forças Armadas com armas e tecnologias de última geração. Nos próximos 10 anos desenvolver um arsenal de mais: 400 mísseis balísticos intercontinentais, 50 navios de guerra, 8 submarinos estratégicos, e cerca de 20 submarinos multifuncionais, mais 2300 tanques, mais de 600 aviões modernos, incluindo caças de quinta geração, mais de mil helicópteros, 28 sistemas de defesa anti-aérea S-400, 38 complexos de defesa anti-aérea Vitiaz, 10 sistemas de lança-mísseis Iskander-M.
  • Restabelecer o prestígio das Forças Armadas e desenvolver a sua profissionalização.
  • Aumentar as pensões, salários e benefícios sociais dos elementos das Forças Armadas.
  • Projectar o poder militar russo, nomeadamente em exercícios navais no Árctico (onde há disputas fronteiriças e ainda muitos recursos energéticos para explorar).

Estes valores de investimento não são comparáveis com os de qualquer outra área do programa apresentado.

 

(continua) 

tags:
publicado por Victor Tavares Morais às 20:22 | comentar | partilhar