O que diz de nós lá fora o Ministro das Finanças

Vítor Gaspar é uma das peças chave deste Governo. Diria mesmo que é uma das melhores supresas juntamente com Passos Coelho. O prestígio do nosso homem das Finanças tem-se revelado essencial para convencer não só a Troika de que estamos a fazer o que nos compete, como os Mercados - essa entidade abstracta mas com rostos concretos - de que a nossa economia tem futuro e que não estamos condenados a reestruturar a dívida. É importante por isso conhecer o que Gaspar andou a dizer lá fora sobre a nossa economia e as reformas que andamos a fazer. Esta foi a apresentação feita em Washington, no dia 19 deste mês, que vale a pena ler, apesar do tom auto-laudatório e optimista (não poderia ser outro, diga-se). Destaca-se a descida do défice externo português a uma velocidade superior ao esperado, que é uma excelente notícia. Pelos vistos a narrativa tem sido eficaz, a avaliar pela descida das taxas de juro no mercado secundário nos últimos dias. Já se vê uma luz ao fundo do túnel. Façamos todos figas para que o segundo semestre deste ano não deite tudo a perder, com uma recessão e um défice orçamental superiores ao esperado.

publicado por Paulo Marcelo às 10:42 | partilhar