25 de Abril

Será que a Associação 25 de Abril, Mário Soares e Manuel Alegre terão coragem para defender que o feriado não se deve manter? A coerência obrigaria a levar o seu argumento até ao fim.

Ao contrário do que sustentam, o que venceu no 25 de Abril não foi uma determinada "linha política", mas sim a possibilidade de os portugueses escolherem democraticamente a linha política que querem.

E se aqueles não a sabem respeitar, é altura de sairem de cena. Não precisam de voltar, pois deste modo não fazem cá falta.

publicado por Filipe Anacoreta Correia às 19:56 | comentar | partilhar