Paris e o resto

Confesso que me surpreenderam os resultados das eleições francesas. Não tanto pela escassa margem de vitória do candidato do PS sobre Sarkozy, mas sobretudo sobre a disparidade territorial do voto na Frente Nacional. Se em Paris cidade não passou dos 6% e ficou em quinto lugar (sexto em alguns bairros mais bourgeois), em Seine et Marne (departamento contiguo de Paris), atinge os  20%.

Na Vendeia, (historicamente o departamento mais à direita de frança), Marine não passa dos 15% mas no proletário Somme chega aos 24%.

 

publicado por Pedro Pestana Bastos às 19:45 | comentar | partilhar