Agora sem ironia

Mas não deixa de ser irónico que o partido que mais oposição fez - e muito bem - ao PS devido aos abusos da ASAE seja agora o partido que, através de Assunção Cristas, aumente os impostos com argumento de defesa da segurança alimentar e que pretenda conter promoções comerciais que, está à vista de toda a gente, só trazem benefícios.

 

Eu não sei se o CDS está descontente por ter tido uma boa porção dos votos dos eleitores urbanos, e mais jovens que entradotes na idade. Mas se não está e pretende manter esse eleitorado, é conveniente informar Assunção Cristas que é ministra da Agricultura e não ministra dos agricultores e parar-lhe rapidamente os disparates. Porque as boas prestações de Paulo Portas e Pedro Mota Soares podem não ser suficientes para conter o descontentamento com a catástrofe socializante que a acção de Assunção Cristas tem sido.

publicado por Maria João Marques às 14:05 | partilhar