O regresso aos clássicos

No parlamento, Passos Coelho acaba de apelar a que não se "tome a nuvem por Juno". Também já Seguro, no seu fulgor amarelado, referiu uma "nebulosa". Não custa imaginar, a esta hora, vários deputados, numa inteligência aflita, inquirindo junto dos companheiros: 'Juno? Juno? Quem é esse gajo? Também foi escutado? É do PS?...'

publicado por Carlos Botelho às 15:31 | partilhar