Pois claro e já agora ...

 

Estar vivo é o contrário de estar morto.

publicado por Pedro Pestana Bastos às 12:15 | partilhar