Estamos envelhecidos

Retomo o tema da demografia que aqui o Pedro Rodrigues tinha abordado. Hoje, no Diario Economico, a Socióloga Maria João Valente Rosa dá uma entrevista a propósito do Livro "Portugal e os Números". Vale a pena ler quer pela seriedade da informação disponibilizada quer pelos alertas que, uma vez mais, são dados para a evolução da nossa demografia. "Tornámo-nos um dos países mais envelhecidos do mundo, resultado de uma intensa diminuição da fecundidade dos casais, do aumento da esperança média de vida e de uma emigração particularmente intensa, em especial nas idades activas mais jovens, também elas mais férteisTornámo-nos um dos países mais envelhecidos do mundo, resultado de uma intensa diminuição da fecundidade dos casais, do aumento da esperança média de vida e de uma emigração particularmente intensa, em especial nas idades activas mais jovens, também elas mais férteis".

As estatística são uma ferramenta essencial para quem quer estudar e para quem decidide. Sem esta ferramenta apenas resta especular e dar "bitaites". Por isso nunca é demais felicitar o trabalho da Pordata, especialmente num País em que os governantes têm, desde há anos, muita dificuldade em produzir e actualizar informação. A educação é disso, infelizmente, um exemplo como também aqui já referi e voltarei.

publicado por Vasco Mina às 08:14 | partilhar